Polivitamínicos: Um guia com tudo o que você precisa saber

Polivitamínicos: Um guia com tudo o que você precisa saber

Polivitamínicos: Um guia com tudo o que você precisa saber

É comum  as pessoas se preocuparem ainda mais com a imunidade. Uma das opções mais indicadas por especialistas é manter o nível de vitaminas controlado, e com isso surge a necessidade de consumir polivitamínicos. Pensando em quem está buscando a melhor opção do mercado, criamos um guia com tudo o que precisa saber sobre este produto!

 

O QUE É UM POLIVITAMÍNICO? PARA SERVE O POLIVITAMINICO?

Começando pelo básico, o polivitamínico é um suplemento que auxilia o corpo a conseguir os nutrientes necessários, que não foram adquiridos na alimentação. Geralmente possuem vitaminas e minerais em alta concentração para repor as insuficiências que cada organismo apresenta.

VITAMINAS E MINERAIS ESSENCIAIS

Nosso corpo precisa de diversas vitaminas e minerais para o pleno funcionamento. Os melhores polivitamínicos são aqueles que oferecem vitaminas de A a Z, mas você sabe o motivo?

De acordo com médicos e nutricionistas, precisamos das vitaminas:

Vitamina A: que está ligada ao crescimento dos tecidos, ao sistema imunológico e à integridade da visão.

Vitamina B: que aumenta a circulação e auxilia na formação do sangue, além de aumentar a atividade mental e a função cerebral.

Vitamina C: que possui atividade antioxidante, favorece a cicatrização de feridas, ajuda na absorção do ferro e é essencial para o sistema imunológico.

Vitamina D: que tem função importante no metabolismo do cálcio, na formação óssea e também fortalece o sistema imunológico.

Vitamina E: que tem ação antioxidante, que reduz o processo de envelhecimento das células e da pele. A substância também participa do sistema imune e ajuda na proteção contra doenças crônicas.

Vitamina K: que é essencial para a formação dos ossos e o processo de coagulação.

Só nas vitaminas, chegamos até a letra K, mas ainda faltam os minerais que são:

Cálcio: importante para ossos, contração muscular, coagulação sanguínea e transmissão do impulso nervoso. Previne doenças como a osteoporose, hipertensão arterial, obesidade e câncer de cólon.

Ferro: essencial para levar o oxigênio até as células e tecidos do corpo.

Iodo: atua na formação dos hormônios da glândula tireóide, nos mecanismos de reprodução, no funcionamento de enzimas e no bom desenvolvimento neurológico.

 

E por fim, o Z

Zinco: que participa da função imune, tem ação antioxidante, ajuda na cicatrização, e é importante para a atividade de 300 enzimas no corpo humano.

 

Da vitamina A, ao Zinco.

E pra quem busca ir além destes, eleitos principais, existem outros minerais que também são importantes, tais como o Cobre, Cromo, Fósforo, Magnésio, Manganês, Molibdênio, Selênio, que são encontrados no Belt +23 Soft MAX.

 

DÚVIDAS MAIS COMUNS

Polivitaminico Engorda?

Para quem tem preocupação em relação ao peso, e quer saber se o uso do polivitamínico engorda, a resposta é NÃO!  Partindo do ponto de vista calórico, as vitaminas não tem calorias, ou seja, não engordam, mas um detalhe importante: as vitaminas do complexo B podem, em alguns casos, estimular o apetite, o que poderá resultar no aumento de peso.

 Quais são os efeitos colaterais do Polivitamínico?

Os efeitos colaterais dos polivitamínicos dependem dos níveis das vitaminas já existentes no paciente. É importante que haja acompanhamento médico, pois em alguns casos, o uso indiscriminado pode levar ao excesso de determinadas vitaminas o organismo e causar problemas, de cálculos renais a diarreia. Antes de ingerir polivitamínicos é recomendável fazer uma consulta médica para saber se existe alguma deficiência de vitaminas no organismo, o que pode ser feito através de exames específicos no sangue.

 Polivitamínico é perigoso?

É de conhecimento comum que tudo em excesso faz mal, e assim acontece também com as vitaminas. Para que uma pessoa esteja saudável é importante que haja um balanceamento dos níveis no sangue, ou seja, nem muito abaixo, nem muito acima do recomendado. Se os níveis de vitaminas estiverem baixos, os resultados do suplemento serão satisfatórios, porém, se estiverem altos é necessário acompanhamento médico, pois pode se tornar perigosa a ingestão.

 Quanto tempo leva para o polivitamínico fazer efeito?

Em geral, demora de 30 a 45 dias de uso contínuo para que o Polivitamínico comece a fazer  efeito no organismo.

 

COMO TOMAR o Polivitamínico?

O mais indicado é que a ingestão do multivitamínico seja feita junto de uma refeição, como o jantar ou o almoço, pelo fato de que alguns alimentos auxiliam o organismo a absorver as substâncias.

 COMO ESCOLHER o Polivitamínico?

Agora que você já sabe como ele age no corpo, quais são os benefícios e tirou todas as dúvidas, é hora de escolher o melhor produto para você.

Basta uma rápida pesquisa na internet para encontrar diversas marcas e preços, aí surgem novos questionamentos: qual deles escolher? Existem alguns fatores principais que devem ser analisados na compra:

Vitaminas ativas: de preferência, escolha os polivitamínicos que contam com vitaminas ativas, pois elas já estão prontas para serem absorvidas pelo organismo.

Minerais quelados: a grande diferença dos minerais quelados está na forma de absorção dos nutrientes, que são envolvidos e carregados para o interior das células por aminoácidos, reconhecidos facilmente pelo organismo.

Qual o melhor Polivitaminico do mercado e quanto custa um polivitamínico?

No polivitamínico Belt +23 soft MAX, você encontra tudo o que precisa. Ele contém todas as vitaminas de forma ativa, e minerais quelados na quantidade necessária para o pleno funcionamento do corpo.



Produtos Relacionados