A sexualidade humana sempre foi um tema muito complexo. Seja por causa de conceitos religiosos, falta de informação e educação sobre o tema ou até mesmo sensos comuns que foram passando ao longo das gerações, tabus sexuais ainda são uma realidade.

O sexo é uma das necessidades humanas básicas, segundo a pirâmide de Maslow. Logo, uma vida sexual ativa, segura e com os devidos cuidados, é essencial para uma vida com mais qualidade e saúde!

E quais são os principais mitos e tabus sexuais que ainda existem?

Infelizmente, existem diversos mitos sobre a sexualidade que ainda percorrem o senso comum. Logo, para ter uma vida sexual mais livre e benéfica, é preciso conhecer esses tabus e desconstruí-los de uma vez!

Abaixo, separamos alguns dos principais tabus sexuais, que com certeza em algum momento você já ouviu! Continue a leitura:

1 - Masturbação faz mal e deve ser evitada

Esse talvez seja um dos maiores mitos sexuais, pois, vem de uma crença para gerar medo e impedir que as pessoas “se toquem” e estimule a libido. Porém, está totalmente equivocada em todos os seus sentidos!

O primeiro ponto é que, ao experimentar a masturbação, você está conhecendo os pontos erógenos do corpo e descobrindo exatamente o que te leva ao orgasmo. Sendo assim, em um momento com outro parceiro, fica facilitado sentir o prazer.

Já sobre a questão de estimular a sexualidade, isso é totalmente incorreto. A libido (desejo sexual), vai continuar existindo, independente da estimulação ou não. 

2 - A primeira vez sempre vai doer e sangrar

Infelizmente, o corpo feminino é o que mais sofre com os tabus sexuais. Especialmente quando o tema é virgindade e “primeira vez”. 

O primeiro ponto é sobre a dor: toda mulher, durante qualquer momento de sua vida sexual, pode sentir dor durante o ato. Especialmente se ela estiver tensa (o que causa a contração dos músculos) ou pouco lubrificada.

Já sobre o sangramento, esse é o maior tabu de todos. Nem sempre o hímen se rompe no momento, pois ele pode ser flexível, ou até inexistente! Mas, sangramentos também ocorrem em outros momentos, o que invalidam essa crença arcaica.

3 - Em toda relação sexual existe prazer e orgasmo

Infelizmente, isso é uma das maiores inverdades sobre o tema. Especialmente para mulheres, cujo clímax é muito mais sensível a fatores externos à relação e também ao próprio ato. Logo, isso também é uma premissa falsa.

Muitas vezes, as mulheres não chegam ao orgasmo, por falta de conhecimento do próprio corpo e por outros fatores críticos. Logo, o orgasmo e o prazer podem não ser iguais para ambos os parceiros!

4 - Homens gostam mais de sexo do que mulheres

Esse é um ponto que muitas pessoas ainda acreditam e, até, normatizam. Isso gera recompensa para os homens, porém, para as mulheres, uma visão totalmente preconceituosa. 

A verdade é que o fator que determina o quanto uma pessoa gosta de sexo, é totalmente ligado a sua própria líbido - a pulsão que gera o desejo sexual. Não tem nada a ver com ser homem ou mulher, mas sim com esse fator e também a questão hormonal de cada um.

Portanto, é completamente comum, mulheres que podem sentir mais desejo, enquanto existem homens que sentem menos. Fatores psicológicos, sociais e ligados à autoestima, também prejudicam diretamente a libido e acabam afetando a vida sexual saudável.

5 - O homem tem que estar pronto a todo momento!

Homens também passam por diversos tabus sexuais. O maior deles é a crença que, só porque é homem, tem que ter o desejo a todo momento e estar pronto a qualquer hora!

Estresse, falta de sono, distúrbios alimentares, autoestima e exaustão - por exemplo - afetam a libido e faz com que não exista nenhuma disposição para o ato em si. Porém, essa crença faz com que muitos homens se cobrem e se frustrem, o que gera problemas ainda maiores.

É importante saber que a falta de libido é completamente comum, especialmente em situações adversas. Logo, gerar uma cobrança excessiva, frente a um assunto que deve ser completamente natural e despido de julgamentos, só causa prejuízos!

Mas, e quando a falta de libido se prolonga por muito tempo

Apesar de ser extremamente comum, assim como qualquer outro aspecto da sua saúde, a partir do momento que se torna frequente e começa a causar sofrimento e preocupação, é necessário ligar o sinal vermelho.

Se a falta de desejo está se acentuando e prolongando, é necessário e fundamental procurar ajuda médica. Assim, ele pode descartar qualquer outro problema de saúde mais grave, uma vez que a libido precisa de corpo e mente saudável para funcionar corretamente.

Porém, é completamente possível você potencializar seu desejo sexual, com os suplementos certos para isso. Abaixo, conheça alguns deles:

Belt Rainbow com Maca Peruana

A maca peruana é utilizada há milênios como um potente estimulante sexual! Ela tem efeitos comprovados na melhora da saúde, pois regula hormônios, aumenta a energia e possui efeitos afrodisíacos.

Além disso, ele conta em sua fórmula com o potente guaraná (estimulante e vasodilatador), mais vitaminas e minerais essenciais para o bom funcionamento do seu organismo.

Belt Femme e Homme

O produto desenvolvido especialmente para as mulheres, conta com o Goji Berry - que possui efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes. Ela também age no combate ao acúmulo de gordura e melhora potencialmente a libido feminina.

Já o Homme, foi desenvolvido especialmente para melhorar o desempenho sexual e também aumentar o desejo. Seu resultado se dá pela junção do guaraná e açaí, que são estimulantes, termogênicos e vasodilatadores. 

O que está esperando para conhecer os produtos que vão transformar a sua vida sexual? Mas, não se esqueça de que, qualquer sinal diferente, procure auxílio médico!