Segundo o estudo Obesity Increases the Duration of Influenza A Virus Shedding in Adult - publicado no Journal of Infectious Diseases -, além de aumentar o risco de uma pessoa sofrer complicações graves da gripe, incluindo hospitalização e até a morte, o excesso de peso também pode desempenhar um papel em como a gripe se dissemina.

Adultos obesos infectados com a gripe seguem exalando o vírus por mais tempo do que os não obesos, aumentando potencialmente a chance de infectar outras pessoas. Para o Dr. Aubree Gordon, da Escola de Saúde Pública da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, esta é a primeira evidência real de que a obesidade pode afetar mais do que apenas a gravidade da doença, interferindo diretamente na transmissão.

Analisando dados de 1.783 pessoas em 320 famílias em Manágua, Nicarágua, pesquisadores investigaram o efeito da obesidade sobre a duração da emissão viral ao longo de três temporadas de influenza, de 2015 a 2017. No geral, 87 pessoas foram infectadas com influenza A e 58 com influenza B. Dos participantes, foram classificados como obesos 2% das crianças com até quatro anos, 9% das crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos e 42% dos participantes com 18 a 92 anos.

Adultos obesos com sintomas de gripe e influenza, confirmados por laboratório, eliminaram o vírus influenza A por 42% mais do que adultos com gripe que não eram obesos. Entre os indivíduos obesos infectados com gripe que estavam apenas levemente doentes ou sem sintomas, a diferença foi ainda maior: os adultos obesos eliminaram o vírus influenza A por 104% mais tempo do que os não obesos com gripe. A obesidade também provocou um aumento de cerca de 1,5 dia no tempo em que o vírus influenza A permanecia sendo eliminado de adultos infectados em comparação com adultos não obesos.

Novos estudos, já em curso, ajudarão a determinar se os vírus da gripe exalados por longos períodos por indivíduos obesos são de fato infecciosos e, assim, capazes de transmitir a doença para outras pessoas. As diferenças observadas na duração do período de emissão dos vírus foram limitadas aos vírus influenza A, um dos tipos de vírus da gripe que podem causar epidemias em humanos.

De acordo com os autores do estudo, a obesidade pode alterar a resposta imunológica do organismo e levar à inflamação crônica, que aumenta com a idade, além de dificultar a respiração e aumentar a necessidade de oxigênio. Esses fatores podem ajudar a explicar como a obesidade pode afetar o risco, a gravidade e o potencial de transmissão da gripe.

-

A linha de Suplementos Belt Nutrition foi desenvolvida especialmente para atender as necessidades nutricionais de crianças, pacientes bariátricos, atletas, mulheres na menopausa e adultos de todas as idades que buscam uma vida saudável, ou seja, é um grande aliado contra a obesidade. Conheça toda nossa linha de produtos em nosso site:www.beltnutrition.com.br.

Fonte: ABESO.