Muitas pessoas associam o Whey Protein apenas para os frequentadores de esportes físicos de alta intensidade - como a musculação. Porém, essa suplementação não é apenas para quem deseja se tornar um bodybuilder ou ter melhores resultados na academia.

Se você está querendo conhecer melhor sobre ele e quais são seus benefícios, continua com a gente que vamos explorar mais sobre essa substância. Vamos lá?

E o que seria Whey Protein de fato?

Bom, como o próprio nome sugere, é uma proteína, produzida com um produto de origem animal. Ele é fabricado a partir da extração de um soro, resultante do processo de produção de queijos. 

Esse subproduto é resultado da coagulação através da caseína - uma proteína fosfoproteína rica, encontrada apenas no leite fresco. Por ter uma grande concentração de aminoácidos essenciais, essa suplementação é altamente nutricional.

Para obter o produto final, esse soro passa por processos de pasteurização, filtração e microfiltração. Cada processo, entrega um tipo de suplementação diferente: whey isoladowhey concetrado ou whey hidrolisado. E, sua apresentação já é bem conhecida - um pó que deve ser misturado em água, água de coco ou leite.

Whey Protein: para que serve?

Conforme dissemos acima, o Whey Protein é rico em nutrientes, incluindo aminoácidos e proteínas. Dentre as principais funções, podemos citar: elas são essenciais para a saúde dos músculos, transporte de oxigênio na células e fornecimento de energia para o corpo.

Ele age como uma suplementação auxiliar, ou seja, ajuda a absorver mais nutrientes dentro de uma alimentação saudável. 

O Whey Protein é recomendado para aceleração de desenvolvimento dos músculos - hipertrofia. Mas, além disso, ele atua na recuperação e regeneração muscular no pós-treino. 

Outras grandes funções do suplemento, são: aumentar a energia, melhorar o rendimento e fortalecer o sistema imunológico. 

E quando é recomendado consumir o produto?

Muito se engana quem pensa que apenas os praticantes de exercícios físicos devem tomar o suplemento. 

Qualquer suplementação, incluindo o Whey Protein, quando indicado por um profissional especializado, é recomendado para todos. Entenda melhor:

Pessoas com deficiência de nutrientes

É muito comum encontrar pessoas que não consegue absorver todos os nutrientes necessários, apenas da alimentação comum. Muitas vezes a absorção é prejudicada por N fatores: cirurgias (como a bariátrica), problemas genéticos, doenças específicas e etc.

E, quando falamos de proteína, esse cenário não é diferente. Sem proteína, nosso organismo simplesmente não funciona, sendo um dos nutrientes mais importantes para nossa saúde.

Logo, muitos médicos recomendam a suplementação com Whey Protein, como uma maneira de repor o que o corpo não consegue absorver apenas com a alimentação.

Praticantes de esportes e exercícios físicos de alto impacto

Já os adeptos a modalidades de alto impacto - como a musculação e o crossfit - sofrem muitos danos e perda muscular. Isso ocorre naturalmente, devido ao esforço que essas práticas exigem da musculatura.

Isso faz com que o corpo muscular perca massa e fique cada vez mais incapacitado de produzir energia e força. 

Para esses casos, o Whey Protein é altamente recomendado e obrigatório. Além de acelerar a recuperação do músculo, ele permite ganhar mais facilmente essa massa desejada.

Além disso, quais são os reais benefícios?

O principal objetivo do Whey Protein é repor a massa muscular e aumentar sua densidade, certo? Porém, ele não se reduz a apenas isso. Entenda:

  • Auxilia na produção e manutenção da massa magra;
  • Acelera o metabolismo e ajuda a reduzir gordura corporal;
  • Melhora o sistema imunológico e contribui para a defesa do corpo;
  • Atua na saúde cardiovascular e melhora seu rendimento;
  • Previne doenças originárias da perda óssea e muscular;
  • Aumenta a sensação de saciedade e controla a fome;
  • Ajuda na produção de neurotransmissores responsáveis pelas sensações de bem-estar e disposição, combatendo o estresse.

Viu, não é apenas para aumentar seus músculos não! A suplementação com esse nutriente, traz muitas vantagens para a sua saúde: tanto do corpo, quanto da mente.

Agora que eu sei tudo isso, qual é a recomendação para consumo?

Pronto, acredito que você pode compreender muito mais claramente sobre essa importante substância, certo?

Agora, vamos falar um pouco sobre as recomendações para quantidade indicada por dia, além do momento ideal de consumo. Vamos lá?

Quantidade diária de suplementação ideal:

Aqui é importante enfatizar que cada pessoa tem sua necessidade específica. A quantidade varia de organismo para organismo e sua carência.

Por exemplo: os que suplementam para repor o que não absorvem da alimentação, tem uma especificidade. Que é totalmente diferente de quem pratica exercícios físicos.

A quantidade ideal deve ser definida por um profissional, que vai avaliar a saúde, necessidade energética e outros fatores. Depois dessa avaliação, um plano é montado, indicando quantidade certa de Whey Protein.

Tem um horário específico que é preciso tomar?

Depende muito. Por exemplo, quem suplementa por conta dos exercícios, deve tomar logo após o treino. Dessa maneira, já a massa perdida e os nutrientes gastos, já são imediatamente repostos.

Em contrapartida, os que utilizam para repor o que não absorvem, devem seguir as recomendações. Entretanto, o momento ideal é logo pela manhã.

Isso porque, o Whey Protein tem macronutrientes essenciais para o dia, sendo fonte de energia e disposição.

Gostou do nosso conteúdo e conseguiu compreender melhor sobre seus benefícios? Confira nossos suplementos de Whey Protein e escolha a melhor opção para o seu dia-a-dia.