Não há como negar: durante os dias de frio intenso, é normal que o corpo sinta mais fome. Isso acontece porque o organismo gasta muito mais energia para se manter aquecido e, consequentemente, demanda uma alta ingestão de alimentos calóricos. Fato que nos faz recordar que as pessoas comem muito menos saladas ao longo do inverno. 

Afinal, esse prato tende a ser mais leve e também fresco, concorda? Porém, o que pouca gente sabe é que existem algumas receitas de salada que são excelentes para essa temporada. Basicamente, estamos falando de preparos saborosíssimos, simples de montar e que contam com acompanhamentos quentinhos garantindo uma sensação de saciedade e prazer instantâneo. 

Por aqui, adoramos consumir opções saudáveis, nutritivas e que prezam pelo nosso bem-estar. E, sem dúvida, queremos dividir mais a respeito dessas soluções com você. Neste post, descubra como comer salada no inverno para ter mais praticidade e qualidade de vida. Vai ser incrível!

 

Receita de salada de inverno: opção para todas as horas

Além de consumir os deliciosos caldos e sopas, típicos da estação, você pode e deve montar um cardápio composto por sopas. Para deixá-la completa, porém, a dica é incluir vegetais que podem ser cozidos ou grelhados. Esse é o caso do brócolis, da vagem, da couve-flor e do chuchu. 

Ainda nessa categoria, os queijos e as proteínas grelhadas são bem-vindos, desde que consumidos com parcimônia. Assim, para te incentivar a comer salada no inverno, preparamos duas receitas fantásticas. Anote e experimente!

 

Salada caesar com parmesão crocante

Você vai precisar de: 

  • Alface tipo americana; 
  • Tomatinhos cereja; 
  • 1 xícara de chá de parmesão ralado; 
  • Suco de 1/2 limão; 
  • Frango cozido e desfiadinho.

Modo de preparo:

  1. Em uma frigideira antiaderente, adicione o queijo parmesão até que o seu fundo fique 100% coberto e uniforme. Para não errar, utilize uma espátula de silicone e vá acertando as suas bordas; 
  2. Deixe o queijo derreter em fogo médio por até cinco minutos - até que a sua base fique douradinha; 
  3. Em paralelo, lave os tomates e as folhas de alface. Posteriormente, tempere utilizando o suco de limão; 
  4. Quebre a plaquinha formada pelo parmesão em pedaços pequenos e polvilhe sobre as folhas; 
  5. Por último, adicione o frango cozido e, se achar necessário, finalize com um fio de azeite, sal e pimenta-do-reino.

 

Salada de acelga refogada com laranja e castanhas de caju

Você vai precisar de: 

  • 1/2 maço de acelga; 
  • 1 colher de sopa de azeite; 
  • 1 laranja-baía espremida; 
  • 1/4 de xícara de chá de castanha de caju; 
  • 1 dente de alho; 
  • 1 colher de chá de amido de milho; 
  • Sal e pimenta a gosto.

Modo de preparo:

  1. Antes de tudo, separe e lave bem as folhas de acelga. Feito isso, as posicione em uma tábua e corte em fatias ou quadrados; 
  2. Em seguida, pique as castanhas de caju e o alho; 
  3. Com tudo pronto, pegue um bowl e, dentro dele, misture o amido de milho e o caldo de laranja. Reserve; 
  4. Em uma frigideira em fogo médio, aqueça o azeite e adicione o alho. Mexa até dourar; 
  5. Junte a acelga fatiada, tempere com sal e pimenta e misture; 
  6. Regue essa mistura com o caldo de laranja e amido de milho; 
  7. Misture bem e deixe cozinhar por cinco minutos, até que as folhas fiquem murchas e o caldo grosso; 
  8. Desligue o fogo, adicione a castanha de caju e sirva em uma saladeira.

 

Como conservar salada no inverno 

No dia a dia, tudo o que mais queremos é praticidade. E o lado bom de consumir salada no inverno é que esse prato é bem fácil de preparar. No entanto, se a sua ideia é guardar a receita na geladeira e reaproveitá-la no dia seguinte, saiba que será necessário seguir alguns cuidados básicos. 

A primeira dica é manter a sua saladinha em um pote ou saladeira devidamente fechados. Tais recipientes ajudarão a conservar o aspecto, o gosto e os nutrientes de cada ingrediente. Lembre-se ainda de não guardar a salada com o seu molho, mas sim, manter o líquido separado. Esse cuidado evitará que as folhas fiquem murchas e, logo, a sua durabilidade será maior.

 

Os benefícios de comer salada à noite

Esteja você com planos de perder peso ou, simplesmente, manter a saúde em dia, uma coisa é fato: a salada pode ser a sua grande aliada nesse processo. Principalmente, quando consumida à noite. 

Com baixo valor calórico, mas altamente nutritiva, essa opção é considerada por muitos nutricionistas "uma refeição completa". Além disso, as saladinhas, sejam elas quentes ou frias, são uma solução prática, levinhas e ricas em fibras. 

Assim, você conseguirá ter uma digestão facilitada e se livrar daquela terrível sensação "de estômago pesado" ou indisposição antes de dormir. No dia seguinte, o seu corpo acordará superdisposto e pronto para encarar os seus maiores desafios. 

 

Resumidamente, os benefícios de comer salada à noite são:

  • A salada é uma opção leve, prática e altamente nutritiva; 
  • O prato é rico em fibras, o que ajuda a garantir maior sensação de saciedade
  • É possível preparar saladas em todas as estações. No verão, invista em folhas, castanhas e até frutas tropicais. No inverno, os queijos e grelhados são excelentes saídas.

 

Dica extra da Belt 

Para não ter erro, o ideal é seguir uma alimentação balanceada e investir no acompanhamento com um nutricionista. Aliás, para repor possíveis ausências de vitaminas e minerais, recomendamos complementar o seu cardápio com o Belt +23 Soft Multivitamínico e Multimineral

Dessa forma, você conseguirá evitar exageros, se alimentar de forma leve e não deixar de ingerir nenhum componente necessário para o bom desempenho do corpo. Demais, né? 

 

E, se você curtiu o post, aproveite para acessar a nossa loja virtual e conferir todos os produtos Belt Nutrition prontos para complementar a sua dieta. No site, é possível encontrar Whey Protein Blend, Vitamina C, Ferro e outros itens essenciais. Não perca!