A procura sobre informações e dados sobre a cirurgia bariátrica têm aumentado a cada dia, no mundo todo. Isso é fato, e se deve ao estímulo constante em relação à perda de peso, tanto para a melhora da saúde, quanto da qualidade de vida. 
A cirurgia bariátrica limita a quantidade de alimento que uma pessoa pode comer e, geralmente, é a opção mais indicada para as pessoas com um índice de massa corporal (IMC) acima de 40. 

A verdade é que, para algumas pessoas, a cirurgia e a mudança na forma de se alimentar, aliadas ao exercício regular, pode trazer grandes benefícios para a saúde. Se você tem dúvidas sobre a cirurgia bariátrica, elaboramos um guia com mitos e verdades sobre o procedimento.

MITO

Qualquer um que queria perder peso pode fazer a cirurgia bariátrica

Médicos, hospitais e centros de cirurgia têm regras sobre quem é elegível para a cirurgia. É geralmente aprovado para a cirurgia bariátrica:

  • Adultos com um índice de massa corporal (IMC) superior a 40 que não responderam à dieta, exercício ou medicamentos para perda de peso;
  • Pessoas com alto IMC que tenham um grave problema de saúde relacionados com a obesidade, como diabetes, doença arterial coronariana, ou apneia do sono grave, especialmente se o problema de saúde não está a melhorando com as mudanças de estilo de vida e medicamentos.

Você pode continuar seus hábitos alimentares regulares depois da cirurgia bariátrica

Se você consumir bebidas de alto teor calórico e lanches sem controle nutricional e não se exercitar, você vai perder menos peso ou recuperar o peso que perdeu após a cirurgia. A cirurgia bariátrica não garante que você vai perder peso e mantê-lo. Você precisa fazer a sua parte: comer pequenas refeições nutritivas, saudáveis ​​e fazer exercícios regularmente.

A maioria das pessoas perde cerca de 45 kg após a cirurgia

A quantidade de perda de peso varia de indivíduo para indivíduo e depende do tipo de cirurgia. Você pode esperar eliminar cerca 50% ou mais do seu excesso de peso, mas também depende de quão bem você seguir uma dieta e dos exercícios que você fizer após a liberação da cirurgia.

A cirurgia bariátrica induz a perda de peso, porque os pacientes não podem comer normalmente após a cirurgia

O que acontece de fato é que os pacientes voltam a comer normalmente. No entanto, alterações hormonais, além do estômago menor, que faz com que a saciedade com poucas quantidades de alimento seja mais eficaz, fazem com que a quantidade de ingestão de alimentos seja reduzida.

A cirurgia bariátrica é uma cirurgia estética como a lipoaspiração

cirurgia bariátrica não é estética; trata-se de uma cirurgia metabólica. O tamanho do estômago é reduzido ou o alimento é desviado do estômago para o intestino.

VERDADE

Os cirurgiões também consideram a atitude de uma pessoa e seu empenho, além de outros problemas de saúde

Além de estar em um IMC específico, candidatos à cirurgia bariátrica devem estar comprometidos com os cuidados de acompanhamento em longo prazo e estar conscientes de que deverão manter hábitos saudáveis ​​após a cirurgia. Além disso, as pessoas não podem ter quaisquer problemas graves de saúde física ou mental, o que fariam da cirurgia algo muito arriscado.

A cirurgia bariátrica para perda de peso pode melhorar e às vezes até resolver diabetes tipo 2

Esta é uma das principais vantagens da cirurgia bariátrica, além da perda de peso em si. Em algumas pessoas a diabetes vai embora; em outras, a cirurgia melhora o controle de açúcar no sangue, impedindo que uma pré-diabetes se agrave, eliminando ou reduzindo a necessidade de medicação.

A cirurgia para perda de peso tem possíveis riscos para a saúde que variam de leve a grave

A cirurgia é bastante segura, mas um pequeno número de pessoas tem complicações, que variam de leve a grave. Riscos durante ou logo após a cirurgia incluem dor de estômago, náuseas e vômitos, infecção da ferida operatória, sangramento no estômago e reações à anestesia. Riscos possíveis a longo prazo incluem obstrução intestinal, úlceras de estômago, vómitos, deficiências de vitaminas e minerais, osteoporose, e, raramente, baixa severa de açúcar no sangue. Após a cirurgia, é preciso controle médico e nutricional, bem como terapêutico.

Para algumas pessoas a vida é melhor após a cirurgia e outros têm desafios inesperados

Algumas pessoas têm uma melhor qualidade de vida após a cirurgia porque elas percebem os benefícios na saúde e se sentem melhor com seus corpos. Mas isso não é uma garantia. Ainda é necessário fazer o trabalho duro de estar em uma rotina de dieta e exercícios. Algumas pessoas ficam tristes porque eles acham que a vida após a cirurgia não é o que eles esperavam. A cirurgia não faz maus hábitos, sentimentos, atitudes, ou preocupações automaticamente irem embora.

-

A alimentação e a suplementação correta após a bariátrica não é mito, e deve ser levada a sério. Por isso, na Belt Nutrition Suplementos você tem a disposição suplementos vitamínicos completos, que atendem a necessidades específicas na dieta pós bariátrica. Suplementos como: Cálcio e Vitamina DFerro e Vitamina CVitamina B12Whey ProteinColágenoPolivitamínicos e Poliminerais e outros, são exclusivos suplementos que atendem 100% das necessidades nutricionais diárias de vitaminas e minerais, proporcionando saúde e bem estar durante a dieta pós bariátrica.

Fonte: Gastronet