Você já parou para pensar na alimentação saudável? Quem não deseja viver uma vida mais leve, com qualidade e equilíbrio? Em um mundo cada vez mais caótico e conturbado, encontrar um ponto em que se possa viver com mais estabilidade e saúde, é uma busca constante.

Muitos se perguntam como podem chegar nesse estado e viver de maneira plena e feliz. E a resposta está em se reencontrar com as coisas mais simples e básicas da nossa existência. Como, por exemplo, a alimentação saudável.

Pensando nisso, vamos dar algumas dicas de como ter mais equilíbrio na sua rotina alimentar e te ajudar a conquistar esse objetivo. Boa leitura!

Como posso ter uma alimentação mais saudável?

Toda mudança exige esforço e disciplina. Especialmente quando se trata de uma transformação de hábitos e reeducação de rotinas não tão benéficas. Ter uma alimentação saudável, não é tarefa fácil, afinal, o que parece mais saboroso é aquele nada equilibrado e ultraprocessado.

Porém, com um objetivo firmado e disposição para seguir adiante com ele, é possível vencer esse obstáculo. A seguir, vamos dar algumas dicas de como atingir essa meta:

1 - Cuide da alimentação saudável desde a infância

Parece óbvio ter que afirmar isso, porém, infelizmente é preciso. Quanto mais cedo começar a educação alimentar infantil, mais simples se torna para manter esse hábito por toda a vida. Muitos dos comportamentos e ações que tomamos hoje, foram baseadas no que adquirimos durante a infância.

O que muitos não percebem, é que as atitudes tomadas nessa fase essencial, vão ser definitivas para a vida adulta. Especialmente quando o assunto é saúde e qualidade de vida.

Durante o desenvolvimento, é fundamental seguir ainda mais à risca a pirâmide alimentar infantil. Nela, é possível se guiar por cada fase de desenvolvimento da criança, que exige alimentos específicos para seu desenvolvimento - físico, cognitivo e mental. 

É recomendado que, no plano alimentar infantil, evite-se o máximo possível:

  • Alimentos industrializados;
  • Açúcares compostos;
  • Gorduras (especialmente as trans);
  • Alimentos com pouca qualidade nutricional;
  • Refrigerantes e doces em geral;

Começar a educação alimentar já na base de sua formação, é a chave do sucesso para um adulto mais saudável e que tem em sua rotina práticas mais equilibradas. 

Ao apresentar para a criança, todos os grupos de alimentos e seus componentes, facilita que eles sejam aceitos e colocados na dieta durante toda a vida. Os benefícios da educação alimentar infantil, são inúmeros:

  1. Melhora e fortalece o desenvolvimento neurológico, melhorando habilidades cognitivas e motoras;
  2. Proporciona um melhor desenvolvimento físico, especialmente dos músculos e ossos;
  3. Reduz as chances de ser um adulto com obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares;
  4. Fortalece o desenvolvimento mental e diminui a probabilidade de transtornos como depressão;
  5. Pode minimizar o risco de desenvolvimento de doenças crônicas - como o câncer;
  6. Entre muitas outras.

Por isso, é fundamental cuidar desde muito cedo, da alimentação saudável. Com essa prática, crescem adultos que são adeptos a esse hábito essencial.

2 - Reduza o consumo de alimentos industrializados

Os alimentos ultraprocessados, são ricos em gorduras saturadas, açúcares, conservantes e muito sódio. E, pouco (ou quase nenhum) nutriente e valor nutricional. 

Por isso, para se ter mais qualidade de vida e educação alimentar, comece a abandonar esses produtos. Opte sempre pela alimentação natural, feita em casa e com temperos próprios - de preferência!

3 - Redescubra a magia de cozinhar

Você sabia que cozinhar é um hábito que pode trazer benefícios muito além dos físicos? É uma atividade que combate diversos problemas e transtornos - como ansiedade, depressão e estresse.

Se concentrar na receita, juntar todos os ingredientes e saborear o prato feito por si, trazem recompensas muito positivas para a mente e corpo. Por isso, para se ter uma alimentação saudável, apostar nesse momento é a aposta certa para isso!

4 - Insira todas as classes alimentares no seu dia

A educação alimentar começa no conhecimento de todos os alimentos que precisamos consumir, para manter nossa saúde em dia. Frutas, vegetais, legumes e proteínas são os mais comuns e é preciso se ter uma rotina que inclua o máximo possível deles.

Por esse motivo, é muito interessante montar um manual alimentar. Normalmente, é recomendado procurar o profissional certo para isso, uma vez que ele vai ver as suas necessidades e montar de acordo com o que seu corpo precisa.

5 - Se alimente com frequência, evite ficar longos períodos sem comer

O que mais existe são dietas que prometem ser milagrosas. Porém, em sua grande parte, são muito perigosas e podem trazer consequências devastadoras a médio e longo prazo. 

Ao contrário do que se pensa, ficar muito tempo sem comer, ocasiona o efeito reverso. Além de sobrecarregar os órgãos, o seu corpo começa a liberar muitas toxinas e, quando se alimentar de novo, pode gerar compulsão.

Entre as refeições principais, aposte em lanches saudáveis e que contenham o máximo de valor nutricional. Dessa maneira, você mantém uma alimentação saudável e não corre o risco de desenvolver problemas mais graves.

6 - Se hidrate sempre!

Nosso corpo é composto por mais de 70% de líquidos (água). Logo, se manter hidratado não é uma opção e deve fazer parte de quem deseja fazer uma (re)educação alimentar.

Além de ser essencial em todas as funções metabólicas do nosso organismo, a água é essencial para eliminar toxinas e garantir que os nutrientes cheguem onde precisam.

7 - Aposte na suplementação para complementar sua dieta

Nosso corpo precisa de diversas vitaminas e sais minerais para executar diversos processos. A deficiência de qualquer um, acarreta problemas de saúde graves, que podem virar crônicos.

Porém, nem sempre é possível absorver todos esses nutrientes apenas pela alimentação, mesmo a mais saudável possível. Os principais motivos são:

  • Deficiência própria do organismo em absorver apenas pelo alimento;
  • Cirurgias altamente invasivas - como a bariátrica;
  • Intolerância ou incapacidade de ingerir determinados alimentos;
  • Entre outros.

Quando esse cenário ocorre, é preciso recorrer aos produtos que são comprovadamente eficazes para repor esses nutrientes - ou complementá-los. A seguir, conheça suplementos inovadores, que devem fazer parte da sua rotina de alimentação saudável:

Combo Belt Senior

Esse combo exclusivo, conta com 3 complexos vitamínicos essenciais para o seu dia-a-dia:

  1. BELT +23 SABOR MOUSSE DE LIMÃO: é um multivitamínico e multimineral, balanceado de A a Z e atende a todas as suas necessidades diárias. 
  2. BELT VITAMINA B12 SABOR AÇAÍ COM BLUEBERRY: Essa vitamina é essencial para funções básicas - como a cognitiva e metabólica. Ela repõe até 44% de toda a necessidade diária do seu corpo.
  3. BELT ULTRA ÔMEGA 3: Esse óleo é essencial para a saúde do sistema cardiovascular e funções neurológicas. 

Esse combo foi desenvolvido para repor grande parte das suas necessidades diárias de vitaminas, minerais e ácidos graxos. Existe também uma linha dedicada a suplementos para as crianças. Conheça agora mesmo e se surpreenda com os benefícios que isso vai trazer para a sua rotina de alimentação saudável.